As nossas etapas para a travessia da Via de la Plata estão já definidas. Como é sabido, a Via da la Plata tem duas grandes variantes: uma que faz a ligação até Astorga, partilhando a partir daí o percurso do Caminho Francês e outra que consiste no Caminho Sanabrês em que se inicia o desvio para a Galiza logo a seguir a Zamora.

Pensei seriamente em fazer a ligação até Astorga e revisitar o Caminho Francês, até porque as etapas a partir de Astorga são talvez das mais bonitas do Caminho Francês. No entanto, dado que já ouvi tantos elogios ao Caminho Sanabrês, e como já conhecia o Francês, a opção recaiu mesmo sobre a variante pelo Caminho Sanabrês.

Na pesquisa que realizei sobre a Via de la Plata pela variante selecionada, encontrei várias abordagens diferentes para o planeamento da travessia. A abordagem mais comum consiste em 14 etapas, embora o meu sítio de referência para o planeamento de etapas (secção do site da Eroski sobre os Caminhos de Santiago) sugira um total de 18 etapas.

Acabei por optar por um total de 15 etapas, tomando como base de trabalho os percursos de 14 etapas. Deste modo consegui suavizar algumas das etapas do Caminho Sanabrês, onde se encontram as etapas com relevo do terreno mais pronunciado.

Apresentamos de seguida os dados técnicos das etapas que iremos percorrer. A altimetria apresentada foi calculada através dos mapas de elevação mais recentes da NASA (ASTER GDEM), em conjunto com o software CompeGPS. Por esse motivo poderá haver discrepâncias entre o valor apresentado e o valor registado por um aparelho de GPS. Além disso, creio que o Google Maps não tem em conta a altitude para calcular a distância dos tracks, pelo que não estranhem os valores inferiores aos que estão nas tabelas.

Etapa 1 | Etapa 2 | Etapa 3 | Etapa 4 | Etapa 5 | Etapa 6 | Etapa 7 | Etapa 8 | Etapa 9 | Etapa 10 | Etapa 11 | Etapa 12 | Etapa 13 | Etapa 14 | Etapa 15

Etapa 1

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Sevilha Almaden de la Plata 69,47 km 1095,5 m 667 m

Ver Etapa 1 num mapa maior

Etapa 2

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Almaden de la Plata Zafra 79,2 km 1172,5 m 1114,7 m

Ver Etapa 2 num mapa maior

Etapa 3

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Zafra Merida 64,07 km 425,1 m 703,9 m

Ver Etapa 3 num mapa maior

Etapa 4

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Merida Cáceres 72,72 km 870,2 m 655,3 m

Ver Etapa 4 num mapa maior

Etapa 5

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Cáceres Galisteo 71,3 km 1083,8 m 1222,5 m

Ver Etapa 5 num mapa maior

Etapa 6

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Galisteo  Calzada de Bejar 71,93 km 1236,3 m 749 m

Ver Etapa 6 num mapa maior

Etapa 7

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Calzada de Bejar  Salamanca 71,86 km 1007,8 m 997,6 m

Ver Etapa 7 num mapa maior

Etapa 8

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Salamanca  Zamora 66,3 km 527,4 m 675,6 m

Ver Etapa 8 num mapa maior

Etapa 9

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Zamora  Santa Croya de Tera 87,32 km 951,7 m 876,9 m

Ver Etapa 9 num mapa maior

Etapa 10

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
  Santa Croya de Tera  Puebla Sanabria 70,15 km 1047 m 835 m

Ver Etapa 10 num mapa maior

Etapa 11

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Puebla Sanabria  Gudiña 54,25 km 1318,5 m 1257 m

Ver Etapa 11 num mapa maior

Etapa 12

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Gudiña  Vilar do Barrio 54,12 km 1157 m 1450,5 m

Ver Etapa 12 num mapa maior

Etapa 13

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Vilar do Barrio  Cea 57,93 km 1048,5 m 1216,9 m

Ver Etapa 13 num mapa maior

Etapa 14

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 Cea  A Laxe 37,12 km 928,1 m 970,6 m

Ver Etapa 14 num mapa maior

Etapa 15

Partida Destino comprimento cartográfico acumulado
subida descida
 A Laxe  Santiago de Compostela 53,35 km 1370 m 1591 m

Ver Etapa 15 num mapa maior

13 Comentários

  1. Olá
    Parabéns pelo trabalho…Ja fiz vários caminhos de Santiago, mas nunca este….Tenho apenas 7 dias livres para fazer mais um caminho…Pergunto se é possivel fazê-lo em apenas 7 dias…

    Obrigado

    marco

    • Mais um comentário que se perdeu no tempo, mas fica aqui a resposta: o Caminho desde Sevilha tem 1000km. Fazer em 7 dias significa uma média de 142Km por dia, que me parece excessivo.
      Eu fiz em 15 etapas e foi o número excelente para fazer o Caminho nas calmas e apreciando tudo o que tem para mostrar. Ainda assim, diria que 12 etapas estaria no limite do aceitável, uma vez que a Via de la Plata tem zonas com pouco relevo que permitem fazer mais quilómetros por dia do que os que estimei quando planeei este Caminho.
      O único senão para variar muito as etapas em relação às que proponho é mesmo a disponibilidade de albergues: os que existem estão relativamente distantes uns dos outros e pode não ser trivial ajustar o percurso de algumas etapas.

  2. Thanks for the very informative and accurate maps with the ups and downs. Very useful for planning our trip next spring

  3. Boa noite,

    Peço desculpa pelo incomodo, mas se for possível gostaria de saber como fez para transportar a bicicleta até Sevilha. Estou com dificuldades em encontrar um transporte até ao inicio da Via da Prata.

    Obrigado
    António Carlos

    • Esta pergunta do António já tem muitos anos e passou despercebida até agora.
      No entanto, para quem estiver interessado, a MRW disponibiliza um serviço chamado Yatelollevo também disponível a partir de Portugal e que permite tranportar volumes até 300cm de perímetro e até 25KG de peso por 43,50EUR.
      Se não têm como levar a bicicleta no transporte, ou se, como eu, preferem transporte terrestre a aéreo para transportar a vossa bicicleta se a viagem de ida for feita de avião, é um excelente serviço (comprovado por mim em 2016, quando fiz o Caminho do Levante).

  4. Este ano vou fazer o ultimo caminho de Santiago Via La Plata a iniciar em Cadiz em Agosto

    • Continua a ser o meu Caminho mais memorável e de certeza que o segmento entre Cádiz e Sevilha é tão espetacular como o resto da Via de la Plata.

      Bom Caminho!

    • Victor, desejo-lhe um bom caminho. Nunca desanime, descanse e continue. Nunca desista, recupere-se e continue. Em agosto é comum fazer muito calor. Talvez vc ja saiba, mas sugiro levantar as 5:30 e comece a caminhar na alvorada do sol. Use um camelback para agua, sempre beba pequenos goles. Use manga comprida para UV e bone. Clima quente e seco pode causar caibras e tendinites, queimaduras nas pernas, pescoço, maos. Tem gente que nao liga, mas subir com sol e 50 graus um morro sem sombra a tarde é muito desagradavel.

      • Obrigado pela dica amigo Gilberto , mas eu já estou habituado a longos percursos para Santiago e Fatima tudo a pé o mais longe foi de Lourdes para Santiago pela via do Norte , Muxia , Fisterra , Ponte vedra, Vigo , La Guardia , Caminha , Esposende, Povoa de varzim, Porto , Espinho, Aveiro , Agueda , Coimbra e Fatima , depois segui para Lisboa junto ao Litoral por Nazare , caldas da Rainha , Torres Vedras , Malveira , Loures , Sacavem , Lisboa Se foram 2300 km em 2 Meses e 20 dias. Nesse percurso quatro compostelas chegada a santiago a oficial a de longo percursso a Muxia e a de Fisterra. Enfrentei a maiores dificuldades calmamente sem atropelos e rezei muito pois senti me tranquilo com paz de espirito. Tinha 70 anos agora tenho 73 anos. Portanto ja faço o caminho de Santiago desde os meus 62 anos sendo a primeira vez de Bicicleta Btt tendo saido de Lisboa para Santiago caminho portugues e regressado a Lisboa pelo interior 1700 km em 22 dias , mas não gostei tinha muitas vezes que andar com a btt as costas para subir umas pedras e praticamente não tinha a oportunidade de conhecer outros peregrinos pois já não os via. optei por fazer sempre a pé é agradavel passo todos os obstaculos e faço o calmamente vistando pontos religiosos e de interesse, acampo quando não existe albergue. À 11 anos que faço os caminhos de santiago não paro pois para morrer é melhor ser no caminho sagrado. Outros projectos estão na manga como percorrer os Trilhos do PCT que são cerca de 4250 km para fazer em 4 Meses a pé toda a Costa do Pacifico mas nessa situação vou tentar algum companheiro Trilheiro . Abraços

    • Quanto ao percurso a pé desde Cádiz em 19 de Agosto 2018 foi muito penoso mas agradável só um contra fui picado por Mosquitos em quantidade numerosa incharam se o braço esquerdo e o cotovelo ficou um pouco deformado entortei os óculos e chegado a Jerez lá Fronteira tive de interromper para vir a Portugal tratar me e arranjar os óculos alem disso por estar muito calor achei melhor continuar em Outubro por ser mais fresco para aquela zona . Agora sinto me melhor tenho outra mochila sem armações muito mais leve de 80 litros do que a Forclaz da Decatlon de 60 litros que a partida vazia pesa uns 5 kg derivado as armações de aço . Por isso vou fazer o Caminho de Fatima a pé e depois vou para o Algarve e Sevilha para no dia 16 de Outubro viajar para Jerez lá Fronteira e ficar hospedado na Pousada de Juventude da Andalucia com marcação de 16 para 17 e reiniciar o caminho da via Augusta ate Sevilha e continuar para Santiago Muxia e Fisterra. Agora estou a tentar procurar quantos Albergues existentes no percurso Municipais e outros religiosos. Tenho 73 anos e já fiz muitos caminhos e todos eles lindos .

  5. Olá amigos/peregrinos, não tenho questões, somente queria deixar aqui o meu abraço caloroso para aqueles que trilham os caminhos sagrados. Este ano tive a minha primeira aventura nos caminhos em oito dias, em bike BTT, fiz o caminho francês, para o ano se Deus o permitir, com mais quatro amigos iremos fazer do caminho da prata, Sevilha – Santiago em BTT, espero consegui-lo em onze etapas, a começar em 18MAIO2019.
    Saudações e BOM CAMINHO.

    • Bom Caminho, Daniel.

      Vai de certeza gostar da Via de la Plata, é um Caminho de excelência para peregrinos em bicicleta.
      Sugiro que siga pelo Caminho Sanabrês em Granja de Moreruela. É tão ou mais bonito que o Francês e escusa de fazer parte de um Caminho que já conhece, para além de evitar a “animação” do Francês.

      Bom Caminho!
      Norberto Henriques

Deixe um Comentário