Etapa 16 – Refrescantes imprevistos

Colocado em 21 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 16 – Refrescantes imprevistos

Mais um dia a juntar à grande aventura deste ano, já praticamente na reta final. A etapa de hoje ligou Laza a Cea. Para não variar muito, o programa de hoje incluiu subidas para todos os gostos e pernas. Logo para começar o dia, a grande subida a Albergueria foi remédio santo para por de parte o frio da manhã. Esta subida é bastante íngreme mas o piso em boas condições como que nos inibe de desmontar da bicicleta. Além disso com peregrinos a pé no Caminho a motivação para não dar parte fraca também é um facto :). Lá em cima a paragem no Rincon del Peregrino é obrigatória....

Ler Mais

Etapa 15 – No país das (verdejantes) maravilhas

Colocado em 20 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 15 – No país das (verdejantes) maravilhas

O dia da etapa (talvez) mais complicada chegou. O dia estava destinado a começar logo em grande, com a subida até Padornelo (o ponto mais alto do Caminho Sanabrês). Saí do albergue por volta das 7h20. A peregrina francesa que também ficou no albergue (e com quem tive uma agradável conversa no serão) já tinha partido há algum tempo. O percurso começa logo em estrada. Os primeiros metros são feitos dentro da localidade, mas dado que o albergue está deslocado da povoação e o percurso iria unir-se à estrada nacional em pouco tempo, deixei-me ir pela nacional. Os primeiros 9...

Ler Mais

Etapa 14 – Olá Galiza

Colocado em 19 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 14 – Olá Galiza

Estou neste momento a 3 dias se Santiago. Já levo na bagagem muitos momentos inesquecíveis e também uns bons quilómetros feitos. Hoje foi dia de fazer as despedidas de Castela e Leão, numa etapa de cerca de 80 quilómetros desde Santa Marta de Tera e a localidade de Requejo. É curioso como a paisagem muda radicalmente de um dia para o outro. Os longos estradões já não se vêem e é agora a floresta é trilhos mais sinuosos que prevalecem. Depois de feitas as despedidas do Kim (o simpático senhor coreano que pernoitou no albergue), segui viagem. Os primeiros quilómetros acompanham o...

Ler Mais

Etapa 13 – rumo ao infinito

Colocado em 18 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 13 – rumo ao infinito

A contagem final até Santiago começa. Depois da etapa de hoje ficam a faltar somente 4 etapas para terminar o Caminho (ou melhor, chegar a Santiago, que o Caminho terminará em casa). Com mais companhia ao pequeno almoço, o de hoje foi um pouco mais demorado pela conversa que se foi tendo. A mesa tinha, para além dos hospitaleiros (um espanhol e um canadiano de Montreal que vive desde há muitos anos em França), uma senhora nos seus 60 anos que está a fazer o Caminho numa pequena bicicleta e um húngaro que vive em Barcelona há mais de 10 anos. Pela primeira vez a saída de uma cidade...

Ler Mais

Etapa 12 – mal começou, acabou

Colocado em 17 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 12 – mal começou, acabou

Mais um dia de viagem, mais uma etapa concluída: hoje foi dia de ligar Salamanca a Zamora. O dia come como habitualmente, com o despertar por volta das 6h da manhã. O panorama durante a saída de Salamanca foi um tanto ou quanto desagradável, pois às 7h15 da manhã as ruas estavam plenas de jovens completamente embriagados, ora a cambalear, ora sentados ou deitados no chão. Cenário triste, portanto. Passada a zona de Salamanca o alcatrão ganha de novo espaço. Das setas amarelas nem sinal e a dada altura o track gps segue por uma área de cultivo que provável outrora foi Caminho mas...

Ler Mais

Etapa 11 – as três colinas

Colocado em 16 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 11 – as três colinas

Aldeanueva del Camino – Salamanca Os trilhos relativamente planos que têm pautado a Via de la Plata desde Mérida fizeram hoje uma pequena pausa. Já era certo que ia subir durante praticamente todo o dia, pelo que o ritmo hoje começou em modo conservador. A etapa começa em alcatrão, subindo a estrada logo a seguir a Aldeanueva. A meio dessa subida o Caminho segue por um trilho mesmo junto à estrada, muito pouco (ou nada) ciclável, pelo que a opção continuou a ser por alcatrão até que o trilho divergisse. Essa divergência surge entretanto numa autêntica tampa de calçada de...

Ler Mais

Etapa 10 – o dia em que os single tracks brilharam

Colocado em 15 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 10 – o dia em que os single tracks brilharam

Décimo dia de viagem. Depois de uma noite meio atribulada por causa de mosquitos (o raio dos bichos conseguiram entrar no quarto através de uma brecha entre o vidro e a estrutura), deixei a barragem de Alcântara para trás. O Caminho começa logo a subir. Os estradões lisos e rolantes deram lugar a caminhos com bastante pedra. A chegada a Cañaveral faz-se por um caminho muito acidentado e técnico, com bastante rocha, mas divertido de se fazer. Daí para a frente é o alcatrão que reina por uns quantos quilómetros, até que voltei a enveredar por caminhos de terra. A subida a seguir a...

Ler Mais

Etapa 9 – dia de ir à quinta

Colocado em 14 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 9 – dia de ir à quinta

E quase sem dar por isso, hoje cheguei a metade do meu Caminho (em etapas, porque em distância creio que já terei passado essa marca). Tal como tinha combinado no dia anterior com o Marco (o peregrino alemão), o despertar foi às 5h30. A intenção era aproveitar a primeira hora de luz para conseguir antecipar um pouco a chegada ao destino de hoje, evitando assim o calor mais intenso que já se começa a sentir a partir das 14h. A etapa começou tendencialmente a subir, mas sem um declive muito acentuado. Além disso, uma das características da Via de la Plata nesta zona é que os...

Ler Mais

Etapa 8 – de volta à Via de la Plata

Colocado em 13 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 8 – de volta à Via de la Plata

Hoje foi dia de fazer as últimas despedidas do trajeto exclusivo do Caminho Mozárabe e dar as boas vindas à Via de la Plata. Tinha decidido tomar partido de ter encurtado a etapa de hoje com os quilómetros adicionais que fiz ontem. Por essa mesma razão aproveitei a cama confortável por mais uma hora do que o normal. Os primeiros quilómetros foram logo de subida, ainda que não acentuada. Com a manhã bem fresca, foi uma boa forma de aquecer 🙂 Esta etapa foi bastante confusa. Movam a marcação do Caminho esteve em falta… Tanto se viam setas como de repente deixei de as ver. A...

Ler Mais

Etapa 7 – sempre a descer… Exceto nas subidas

Colocado em 12 de Junho, 2018 | 2 comentários

Etapa 7 – sempre a descer… Exceto nas subidas

Hoje foi o sétimo dia de viagem. A rotina habitual de arrumar a mochila, pedalar, chegar, comer e descansar já se instalou. Os dias a pedalar já são o normal! O despertar foi às 6 horas da manhã. Com uma noite tão bem dormida, não resisti a mais uns minutos na cama até ganhar coragem para me levantar. A mochila estava praticamente pronta, pelo que foi o tempo de preparar os víveres do costume. O céu estava estranhamente limpo, sem uma única nuvem. Não obstante o facto de até ter tido sempre tempo impecável até ao momento, a verdade é que o céu tem estado sempre bastante...

Ler Mais

Etapa 6 – o rio cheio que estava vazio

Colocado em 11 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 6 – o rio cheio que estava vazio

Córdoba ficou hoje para trás e a Via de la Plata aproxima-se a passos largos. Hoje finalmente acordei na hora programada: às 6h da manhã levantei-me e fui tratar de arrumar na mochila as coisas que ainda estavam pendentes. Aproveitei a cozinha do hostal (Osio Backpackers, muito jeitoso para o preço) para preparar o pequeno almoço e também aquilo que viria a ser o lanche da manhã, o almoço e o lanche da tarde 🙂 Tomado o pequeno almoço, hora de vestir o equipamento. Imprevisto do dia: o fecho eclair perdeu a pequena peça que garante que o fecho fica fechado no fundo. Foi portanto...

Ler Mais

Etapa 5 – na senda dos olivais

Colocado em 10 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 5 – na senda dos olivais

Hoje foi dia de dar conta da etapa mais longa (97 quilómetros) previstos para este Caminho, se excluir o regresso a Portugal.No que diz respeito ao Caminho, esta etapa toda se resume a estradões e estradas de alcatrão secundárias. Não houve direito a single tracks, nem trilhos técnicos, apenas caminhos para rolar.Foi por isso uma etapa relativamente acessível para os ciclistas, mas mesmo atendendo a que o percurso de hoje corresponderá a 3 ou 4 etapas pedestres (pelo menos), é um trajeto complicado para quem faz o Caminho a pé, atendendo a que em muitos sítios não sei vê o fim...

Ler Mais

Etapa 4 – sempre a rolar

Colocado em 9 de Junho, 2018 | 0 comentários

Etapa 4 – sempre a rolar

E eis que ao quarto dia surge finalmente a clássica crónica diária. Os dias anteriores não foram fáceis… As etapas em si foram relativamente duras (já descrevi por várias vezes as poucas condições para bicicleta de partes do percurso), mas a falta de treino adequado levou a uma resposta do corpo com a qual não contava e só ontem consegui perceber que estava a estabilizar. Mas mais sobre isso há-de ser dito nas crónicas já devidas. Quanto a hoje, a saída de Granada já foi feita um pouco fora da hora planeada. A ideia é que a primeira pedalada aconteça às 7h da manhã,...

Ler Mais

As Etapas

Colocado em 5 de Junho, 2018 | 0 comentários

As Etapas

As etapas do Caminho deste ano são apenas uma estimativa… vai ser um Caminho muito duro e a preparação física não foi a ideal, pelo que será um verdadeiro Caminho de improviso. De qualquer modo partilho aqui o plano para distribuir os 1600 quilómetros do Caminho Mozárabe (incluindo o regresso a Braga via Caminho Central e de Torres). O início será em Almería, um dos pontos de partida do Caminho Mozárabe e o mais “oficial” deles todos. À semelhança dos anos anteriores, a última etapa ligará Santiago de Compostela a Braga, numa distância total de 190...

Ler Mais