Sobre

O projeto Rumo a Santiago nasce de uma experiência pessoal anterior, após percorrer o Caminho Português em 2010.

Em criança, a bicicleta fazia parte da minha vida. Nunca esqueci esse desporto e em 2003 comprei a minha primeira bicicleta de BTT.

Em 2010 fiz a minha primeira travessia de grande distância em bicicleta, percorrendo o Caminho Central Português de Santiago, desde o Porto até Santiago de Compostela numa viagem de cerca de 250km.
Nesse ano tudo mudou. Os Caminhos de Santiago são conhecidos, entre muitas outras coisas, por ter esse efeito nas pessoas. Independentemente das convicções e motivações que levam cada um a percorrê-lo, há algo do Caminho a que é impossível ficar indiferente.
Por isso em 2011 decidi repetir a experiência, elevando um pouco a fasquia. Fiz a travessia do Caminho Francês de Santiago atravessando os 800km que separam os Pirenéus franceses de Santiago de Compostela.

Nasceu assim o projeto Rumo a Santiago. Este projeto tem como objetivo a divulgação e partilha de experiências de tudo o que está relacionado com os Caminhos de Santiago, disponibilizando para esse efeito o espaço para partilha e discussão online num website próprio em www.rumoasantiago.com.
Quando comecei a esboçar este projeto, tive a sensação que faltava algo essencial para o completar. Surge então a vertente solidária deste projeto, com o apoio à Associação Acreditar na primeira edição.

A associação Acreditar (Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro) é uma Associação Particular de Solidariedade Social, fundada em 1993, que pretende ajudar as crianças e as respetivas famílias a superar melhor os diversos problemas que se colocam a partir do momento em que é diagnosticado o cancro. A Acreditar vive essencialmente dos apoios dos seus associados (e amigos) e do trabalho de voluntários.

Em 2012 o projeto Rumo a Santiago renova-se com uma nova travessia planeada. Desta vez será a Via de la Plata, numa viagem mais de 1000 km realizados em bicicleta entre Sevilha e Santiago de Compostela. Sem hesitações, decidi apoiar novamente a Associação Acreditar, daí o nome “Rumo a Santiago 2012 – Mil quilómetros para Acreditar”.

Por isso, fica a promessa de que este projeto irá evoluir todos os anos fornecendo informação vital a todos os que procuram os Caminhos e apoiando sempre entidades que, de uma forma ou de outra, fazem da nossa sociedade algo um pouco melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.